top of page
Buscar
  • Foto do escritorNúcleo Atores Sociais

Acessibilidade e inclusão:primeira exposição de obras de arte com audiodescrição na Estação Cultural

Atualizado: 22 de out. de 2023

A Exposição “Estações”, do autor Giovani Gyang, é a primeira atividade cultural do gênero em Canela que favorece a acessibilidade e inclusão através da possibilidade de ser visitada também por pessoas cegas, já que conta com o serviço de audiodescrição. Todas as obras expostas estão catalogadas e os visitantes podem acessar a audiodescrição através de um QR Code que direciona para o serviço. O link para a audiodescrição oide ser acessado aqui.



Do desenho, passando pela pintura, chegando na escultura e partindo para a reciclagem, a Exposição Estações faz uma referência as fases de sua vida artística de Giovani Gyang e permanecerão na Estação até o final deste mês. Estão expostas dez obras que representam sua arte dentro de estágios colocadas como estações. Os temas são direcionados aos povos originários, a mãe natureza, a sonhos e fantasias, a arte dentro da musicalidade e também a sua nostalgia com a “turma do Chaves”.


A exposição tem lugar na Estação Campos de Canella – A rua coberta de Canela através do projeto Estação Cultural em Canela – cultura o ano todo, este que já conta com acessibilidade e inclusão através da Libras – Língua Brasileira de Sinais. E desta vez, a S&S Eventos pensou em dar mais um passo na inclusão e inseriu como projeto piloto a audiodescrição, que é um recurso acessível para o público deficiente visual, sendo que este recurso consiste em descrever, de forma clara e objetiva, as informações visuais presentes na exposição.


A audiodescrição foi idealizada e executada pela escritora e Doutora em diversidade cultural e inclusão social Alini Mariot, ela que é consultora de acessibilidade, com audiodescrição e tradução/interpretação em Libras. O serviço de audiodescrição contou ainda com o importante apoio e técnica de André Werkhausen Boone que é consultor na área de audiodescrição, também escritor, sendo pessoa com deficiência visual há 14 anos. É formado em Administração, pós-graduado em Direito do Consumidor e MBA em Liderança e Coaching na Gestão de Pessoas. Fez o treinamento de consultor em audiodescrição pelo Portal da Deficiência Visual e já participou de roteiros de audiodescrição de filmes, exposições, espetáculos de teatro, dança entre outros. Atuou em projetos de acessibilidade comunicacional com audiodescrição. É autor do “SER Parte – Um manual prático de como atender e entender Pessoas com deficiência e mobilidade reduzida”. A edição do material foi de Simone Rossa.

O projeto ainda segue com as apresentações de música instrumental e artes circenses, todos os sábados, às 18 horas, até o final do mês de dezembro, na Estação Campos de Canella – A rua coberta de Canela. A realização do Projeto “Estação Cultural em Canela – Cultura o ano todo” é da S&S Cultura Turismo e Eventos, através da lei federal de incentivo à cultura. Assim, são apoiadores culturais: Samburá, Buffon, Nutrire, Tide Brasil, Rivatti, Progás, Braesi, Laguetto, Difatto, Ls Nogueira, GP Pneus e Estação Campos de Canella. Ministério da Cultura – Governo Federal Brasil. União e Reconstrução.





LINK: https://jornaldigitalcanela.com.br/acessibilidade-e-inclusao-primeira-exposicao-de-obras-de-arte-com-audiodescricao-na-estacao-cultural-em-canela/

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page